FEIRA DO RAP UM ÊXITO

É sabido que a Masta K, realizou no dia 20 de Dezembro no Elinga Teatro a actividade batizada como feira do Rap alternativo(em português). Foram vários os expositores que levaram inumeros nomes da lusofonia.
A maior enchente foi registada na bancada da Masta K que diz ter apresentado mais de 50 álbuns, mas a Madtapes não ficou atras, DJ Samurai e DJ Bamber Jack juntos apresentaram t-shirts e discos que robou o cenário a seu favor, não seria reportagem se não falasse da bancada da Cerebro Records liderada por CFK e Kratos que logo no principio quase ficaram sem nada a apresentar, socorrido em seguida por outro membro da sua label o Kool Klever que com o seu disco e t-shirts faziam concorrência com a bancada da LS produções que também apresentou o disco do Kool Klever, e alguns outros com destaque para a Donna Kelly, já que estamos a falar da velha escola, lá estava o presidente da associação dos estudantes, Phathar Mak que apresentou o seu primeiro disco, a reedição, e o último disco que entra na historia como o primeiro disco duplo de rap angolano.

Para quem perguntava onde anda o DRED Joseph, de certeza que visitou a sua bancada que além de discos lá encontrou vários outros itens, charutos e outras representações da cultura rasta, Wima Nayobe também marcou presença com EP que em todas as track dedica um carinho especial para a sua filha (pai orgulhoso).

Assim foi a actividade de MC K, um jovem com visão de mais velho, prova disso são os êxitos da MASTA K e da feira do RAP, estamos a falar num tom de brincadeira só para puxar um sorriso, mas a verdade é que a Masta K da a alma em prol do hip hop angolano, todo suor deve ser bem respeitado, afinal é desta união de esforços que rap alternativo está cada vez mais independente em Angola

Parabéns a Masta K, parabéns ao Conjunto Ngonguenha pela ressurreição, parabéns a todos que fizeram a sua cesta básica adquirindo bom rap para a sua quadra festiva.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

RAINHA DA SUCATA